AR 502 - Gerenciamento Estratégico de Paradas - 24 horas

Objetivo

  • Desenvolver habilidades nas técnicas/metodologias e relações humanas aplicadas à área de Gerenciamento de Paradas de Plantas Industriais para Manutenção, tendo como base o pensamento cartesiano (determinístico) e depois um modelo probabilístico bem como a discussão de aplicação de metodologias que resultaram em excelentes resultados de prazo, custo, qualidade, segurança e clima organizacional.

Por que participar?

  • O curso está baseado em uma metodologia moderna, hibrida, em que são utilizados os conceitos mais atuais em gestão de paradas/projetos e que tem trazido enorme sucesso em relação à redução de prazo, de custo, de acidentes, aumento da previsibilidade e redução das incertezas e melhora geral no clima organizacional.

Público alvo

  • Engenheiros e técnicos de nível médio.
  • Supervisores de turmas e equipes de manutenção.
  • Profissionais de gerenciamento de paradas, Gerenciamento de projetos e de PMO.
  • Outros profissionais de manutenção.

Ementa

1. Apresentação
    1.1. Troca de informações e expectativas.
2. Contextualização
    2.1. Pré-Parada, Parada, Portfólio de Paradas, Programas.
    2.2. Abastecimento do mercado/Sazonalidade do consumo.
    2.3. Capacidade do Planejamento, Gerenciamento e execução das paradas.
    2.4. Capacidade de recursos de mão de obra e equipamentos no mercado.
    2.5. Condições climáticas.
    2.6. Limites operacionais, técnicos e legais.
    2.7. Unidades interdependentes e unidades que não podem parar simultaneamente.
    2.8. Recursos financeiros.
    2.9. Integração.
3. Gestão do Conhecimento/Aprendizado
    3.1. Sistema Simples e Complexo.
    3.2. Modelo Mental.
    3.3. Modelo Comportamental.
    3.4. Retenção do Conhecimento.
    3.5. Atitudes Gerenciais.
    3.6. Exemplos.
4. Introdução às Metodologias de Gerenciamento
    4.1. FEP - Front-End Planning /FEL - Front-End Loading.
    4.2. Petrobras – Diagrama de Fases.
    4.3. Guia PMBOK do PMI.
    4.4. PRINCE 2.
5. Partes Interessadas
6. Gerenciamento de Escopo
    6.1. Caracterização.
    6.2. Processos.
    6.3. Correntes do pensamento.
    6.4. Critérios mandatórios para definição do escopo de rotina ou parada.
    6.5. Congelamento e Descongelamento.
    6.6. A doença “Já que”.
    6.7. Tratamento Holístico do Escopo.
    6.8. Tratamento das Incertezas em relação ao escopo.
    6.9. Montagem da Lista de Serviços.
    6.10. Escopo de Serviços de Prè-parada.
    6.11. Exemplos.
7. Gerenciamento de Tempo
    7.1. Método do Caminho Crítico.
    7.2. Método PERT.
    7.3. Método Simulações de Monte Carlo.
    7.4. Método da Corrente Crítica.
    7.5. As Doenças do Planejamento.
    7.6. Programas e ferramentas.
8. Gerenciamento de Custo
    8.1. Classificação dos Custos.
    8.2. Estimativa de Top-Down e Bottom-up.
    8.3. Monitoramento e Controle.
    8.4. Reserva Gerencial e de Contingência.
    8.5. Exemplos de Curvas de Acompanhamento.
9. Gerenciamento de Riscos
    9.1. Caracterização.
    9.2. Metodologias.
        9.2.1. Planilha.
        9.2.2. Simulações de Monte Carlo.
10. Gerenciamento de Recursos
    10.1. Organização na fase de Campanha.
    10.2. Organização na fase de Planejamento.
        10.2.1. Estrutura organizacional.
            10.2.1.1. PMO.
            10.2.1.2. Estrutura Matricial.
            10.2.1.3. Estrutura Projetizada.
    10.3. Organização na fase de Parada.
        10.3.1. Estrutura organizacional.
11. Gerenciamento de SMS
    11.1. Plano de Gerenciamento de Riscos - Acidentes.
    11.2. Plano de Gerenciamento de Meio Ambiente.
    11.3. Plano de Gerenciamento da Saúde.
12. Infraestrutura e Logística
    12.1. Transporte.
    12.2. Salas de apoio.
    12.3. Informática.
    12.4. Telecomunicação.
    12.5. Sistema de Comunicação.
    12.6. Alimentação.
    12.7. Ambulatório.
13. Aquisições
    13.1. Plano de Contratação.
    13.2. Tipos de Contratos.
        13.2.1. Preço Global.
        13.2.2. Preço Unitário.
        13.2.3. Hh.
        13.2.4. Por Desempenho.
    13.3. Compra de Materiais e Equipamentos.
14. Gerenciamento da Qualidade
    14.1. Confiabilidade.
    14.2. Taxa de Corrosão, erosão.
    14.3. Critérios de Monitoramento e Aceitação.
15. NR-10 – Norma Regulamentadora 10
    15.1. Texto da Norma.
    15.2. Instalação “Provisória”.
    15.3. Instalação Definitiva.
    15.4. Exemplos.
16. Monitoramento e Controle
    16.1. Reunião ordinária.
    16.2.Reunião Antecipativa.
    16.3. Curva S.
17. Relatório da Parada

Inscrições

Datas Disponíveis Inscrição
27/11/2017 INSCREVER-SE!
Todos Treinamentos Treinamentos em Gestão de ativos físicos e áreas afins
© 2009 - 2017 Todos os direitos reservados